RECEBA AS NOSSAS NEWSLETTERS

Geral

Fotografia

Trekking e montanha

Aventura

tel: +351 218 452 689
geral@papa-leguas.com

ENCONTRE A SUA VIAGEM

...apenas viagens novas

por palavra-chave

pesquisa avançada »

QUANDO E ONDE

| viagens | actividades |

consulte o nosso calendário geral:

home » Condições Particulares »


Condições Particulares viagem Pequim, Lhasa e Kathmandu


 
Documentação
Passaporte:  deve ter 6 meses de validade após a data de saída do ultimo país visitado.
China: Visto obrigatório (a tratar pelo viajante). O visto tem o custo de 60 Eur e demora aproximadamente 4 dias úteis.
Se quiser que a Papa-Léguas trate do visto, o custo é de 35Eur (mais o valor do visto).
Nepal: visto tirado na fronteira com um custo de cerca de 30 USD.
 
Desistências
Se o cliente desistir da viagem até 91 dias antes da data de partida e não haja serviços já reservados e pagos, o valor da sinalização já paga será devolvida na íntegra. Caso haja serviços já reservados e pagos, ao valor a reembolsar serão deduzidos os valores pagos aos fornecedores de serviços.
 
Se o Cliente desistir da viagem a 90 dias ou menos da data de partida, terá que pagar todos os custos a que a sua inscrição e posterior desistência derem lugar e ainda uma quantia que pode atingir 15% do preço da viagem. O Cliente poderá ser reembolsado pela diferença entre a quantia já paga e os montantes acima referidos.
 
O nível de conforto da viagem é 2 devido a possibilidade de uma noite em tenda ou guesthouse em Rungbuk.
 
Suplemento individual
O suplemento de quarto individual não se aplica à noite em Rungbuk.
 
 Transferes
O Viajante que não adquira os voos à Papa-Léguas, pode não ter assegurado os transferes de chegada e partida caso os seus voos não sejam exatamente iguais aos voos reservados para o grupo.
Se o Viajante optar por reservar à Papa-Léguas os transferes para os voos por si comprados, implica o pagamento adicional dos mesmos que variam consoante o país de destino e o programa efetuado.
 
Fecho das fronteiras terrestres no Tibete
O Governo da Républica Popular da China poderá, sem aviso prévio e a qualquer momento, encerrar as fronteiras terrestres e aéreas a cidadãos estrangeiros. Se este facto acontecer a clientes já com voos reservados e emitidos, todos os custos de alterações ou cancelamentos estarão a cargo do viajante.

voltar para a viagem