pt-pten +351 21 845 26 89 / 90 geral@papa-leguas.com
+351 21 845 26 89 / 90 geral@papa-leguas.com

Através da Índia: de Mumbai a Varanasi com Nuno Cruz

Desde 1.750
Voos não incluídos
Quarto individual
430
Disponibilidade
Início
Fim
Estado
Sexta22 Mar, 2024
Domingo07 Abr, 2024
esgotada1.750,0
Inscreva-se
Pergunte-nos
Condições Particulares Condições Gerais
templo de varanasi com luz de por do sol, na índia

Através da Índia: de Mumbai a Varanasi com Nuno Cruz


Condições Gerais

O presente programa / catálogo online é o documento informativo no qual se inserem as presentes condições gerais, dele fazendo parte integrante e que constituem, na ausência de documento autónomo o contrato de viagem.
 
A presente informação é vinculativa para a agência salvo alguma das presentes condições:
  1. Se as alterações nas seguintes condições tenham sido comunicadas claramente por escrito ao cliente antes da celebração do contrato e as mesmas estejam devidamente previstas no programa;
  2. Quaisquer alterações posteriores à celebração do contrato dependem de acordo prévio das partes, salvo o previsto na cláusula “impossibilidade de cumprimento”.
As presentes condições gerais obedecem ao disposto no Decreto-lei 61/2011 de 06 de Maio, com a alteração que foi introduzida pelo Decreto-lei 199/2012 de 24 de Agosto.
 
As Condições Gerais cujo objeto seja uma viagem organizada constante do presente programa e as condições particulares que constam da documentação de viagem facultada ao cliente no momento de reserva da viagem consubstanciam o contrato de viagem que vincula as partes.

1. ORGANIZAÇÃO

A organização técnica e venda das viagens incluídas no presente site é da responsabilidade da Papa-Léguas, agência de viagens e turismo Lda, com sede na Rua Manuel Assunção Mestre, nº22,  7780-199 Castro Verde, matriculada na conservatoria do Registo Comercial de Lisboa e com Contribuinte Fiscal nº 504163590, com o capital social realizado de 99.759,60€ (noventa e nove mil, setecentos e cinquenta e nove euros e sessenta cêntimos), e com o registo  RNAVT nº 2275 e RNAAT nº 67/2014.

2. INSCRIÇÕES

No acto da inscrição o cliente deverá depositar 30 % do preço do serviço, liquidando os restantes 70% até 21 dias antes do início do serviço. Se a inscrição tiver lugar a 21 dias ou menos da data do início do serviço, o preço total do mesmo deverá ser paga no acto da inscrição. A Papa-Léguas, agência de viagens e turismo Lda reserva-se o direito de anular qualquer inscrição cujo pagamento não tenha sido efectuado nas condições acima mencionadas. As reservas encontram-se condicionadas à obtenção da parte dos fornecedores da confirmação de todos os serviços.

Os preços das viagens são apresentados por pessoa e tendo por base a ocupação em quarto partilhado por duas pessoas. A agência organizadora agrupará aos pares, por sexo, e por ordem cronológica de inscrição os Clientes que se inscreverem individualmente para a mesma viagem. O Cliente que ficar isolado deverá pagar o suplemento individual respetivo, sempre que exigido pelo prestador de serviços.

INFORMAÇÃO AO ABRIGO DA LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO:

Nos termos da Lei n.º 144/2015 de 8 de Setembro informamos que o Cliente poderá recorrer às seguintes Entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo:

i) Provedor do Cliente das Agências de Viagens e Turismo in www.provedorapavt.com;

ii) Comissão Arbitral do Turismo de Portugal in www.turismodeportugal.pt

iii) ou a qualquer uma das entidades devidamente indicadas na lista disponibilizada pela Direcção Geral
do Consumidor in http://www.consumidor.pt cuja consulta desde já aconselhamos.

3. RECLAMAÇÕES

As reclamações apenas poderão ser consideradas desde que apresentadas por escrito à agência no prazo máximo de 30 dias após o termo da prestação dos serviços.

Em caso de reclamação por incumprimento dos serviços contratados poderá o cliente accionar o Fundo de Garantia de viagens e Turismo previsto nos termos no DL 61/2011 de 06 de Maio na sua redacção actual, devendo para isso apresentar a respectiva reclamação:

i) Junto do Provedor do Cliente pois a Papa-Léguas, agência de viagens e turismo Lda. é aderente ao Provedor do Cliente das Agências de Viagens e Turismo in www.provedorapavt.com. Para usufruir deste serviço deverá no prazo de 20 dias úteis após o fim da viagem apresentar a sua reclamação por escrito. As agências estão vinculadas ao pontual cumprimento da decisão que venha a ser emitida por tal entidade.

ii) Junto do Turismo de Portugal I.P in www.turismodeportugal.pt no prazo de 30 dias após : (i) o termo da viagem; (ii) o cancelamento da viagem imputável à agência; (iii) a data de conhecimento da impossibilidade da sua realização por facto imputável à agência; (iv) o encerramento do estabelecimento.

iii) Junto de qualquer uma das entidades constantes do site da Direcção Geral do Consumidor in http://www.consumidor.pt

4. BAGAGEM

1) A agência é responsável pela bagagem nos termos legais;

2) O cliente tem obrigação de reclamar junto da entidade prestadora dos serviços no momento de subtracção, deterioração ou destruição de bagagem.

3) No transporte internacional, em caso de dano na bagagem, a reclamação deverá ser feita por escrito ao transportador imediatamente após a verificação do dano, e no máximo 7 dias a contar da sua entrega. Estando em caso o mero atraso na entrega da bagagem a reclamação deverá ser feita dentro de 21 dias a contar da data de entrega da mesma.

4) A apresentação de tal reclamação será fundamento essencial para o accionamento da responsabilidade da Papa-Léguas, agência de viagens e turismo Lda sobre a entidade prestadora do serviço.

5. LIMITES

A responsabilidade da agência terá como limite o montante máximo exigível às entidades prestadoras dos serviços, nos termos da Convenção de Montreal, de 28 de Maio de 1999, sobre Transporte Aéreo Internacional, e da Convenção de Berna, de 1961, sobre Transporte Ferroviário.

No que concerne aos transportes marítimos, a responsabilidade das agências de viagens, relativamente aos seus clientes, pela prestação de serviços de transporte, ou alojamento, quando for caso disso, por empresas de transportes marítimos, no caso de danos resultantes de dolo ou negligência destas, terá como limites os seguintes montantes:

a) € 441.436, em caso de morte ou danos corporais;

b) € 7.881, em caso de perda total ou parcial de bagagem ou da sua danificação;

c) € 31.424, em caso de perda de veículo automóvel, incluindo a bagagem nele contida;

d) € 10.375, em caso de perda de bagagem, acompanhada ou não, contida em veículo automóvel;

e) € 1.097, por danos na bagagem, em resultado da danificação do veículo automóvel.

Quando exista, a responsabilidade das agências de viagens e turismo pela deterioração, destruição e subtracção de bagagens ou outros artigos, em estabelecimentos de alojamento turístico, enquanto o cliente aí se encontrar alojado, tem como limites:

a) € 1.397, globalmente;

b) € 449 por artigo;

c) O valor declarado pelo cliente, quanto aos artigos depositados à guarda do estabelecimento de alojamento turístico.

A responsabilidade da agência por danos não corporais poderá ser contratualmente limitada ao valor correspondente a cinco vezes o preço do serviço vendido.

6. DESPESAS DE RESERVA

Por cada reserva serão cobradas as seguintes verbas:

Despesas de Reserva :

  • Portugal: 30€ (trinta euros);
  • Restantes Países: 50€ (cinquenta euros).

(valores não reembolsáveis)

Despesas de Alterações:

Por cada alteração (nomes, datas, tipo de apartamento ou quarto, viagem, etc) : 50€ (cinquenta euros). Salientamos que a aceitação de tais alterações depende de aceitação por parte dos respectivos fornecedores

7. DOCUMENTAÇÃO

O cliente deverá possuir em boa ordem a sua documentação pessoal ou familiar, (bilhete de identidade, documentação militar, autorização para menores, vistos, certificado de vacinas e outros eventualmente exigidos). A agência declina qualquer responsabilidade pela recusa de concessão de vistos ou a não permissão de entrada ao cliente em país estrangeiro; sendo ainda da conta do cliente todo e qualquer custo que tal situação acarretar.

Viagens na União Europeia:

  • Os clientes (independente da idade) que se desloquem dentro da União Europeia deverão ser possuidores do respectivo documento de identificação civil (passaporte; B.I, Cartão do Cidadão);
  • Para obtenção de assistência médica devem ser portadores do respectivo Cartão Europeu do Seguro de Doença ;
  • Os nacionais de países não comunitários devem consultar informação específica quanto à documentação necessária para realização de viagem junto das embaixadas/ consulados dos países de origem.

Viagens fora da União Europeia:

  • Os clientes (independente da idade) que se desloquem deverão ser possuidores do respectivo documento de identificação civil (passaporte) bem como do visto se necessário (obtenha tal informação junto da agência no momento da reserva) ;
  • Os nacionais de países não comunitários devem consultar informação específica quanto à documentação necessária para realização de viagem junto das embaixadas/ consulados dos países de origem.
8. MUDANÇAS

Caso os fornecedores da viagem em causa permitam, sempre que um cliente, inscrito para uma determinada viagem, desejar mudar a sua inscrição para uma outra viagem ou para a mesma com partida em data diferente, ou outra eventual alteração, deverá pagar a taxa, como despesas de alteração. Contudo, quando a mudança tiver lugar com 21 dias ou menos de antecedência em relação à data da partida da viagem, para a qual o cliente se encontra inscrito, ou se os fornecedores de serviços não aceitarem a alteração, fica sujeito às despesas e encargos previstos na rubrica “desistência (rescisão)”.

Após iniciada a viagem, se solicitada a alteração dos serviços contratados por motivos não imputáveis à agência (ex. ampliação das noites de estadia, alteração de voo) os preços dos serviços turísticos poderão não corresponder aos publicados no site que motivou a contratação.

9. CESSÃO DA INSCRIÇÃO (POSIÇÃO CONTRATUAL)

O cliente pode ceder a sua inscrição, fazendo-se substituir por outra pessoa que preencha todas as condições requeridas para a viagem, desde que informe a agência vendedora com pelo menos sete dias de antecedência e que tal cessão seja possível nos termos dos regulamentos de transporte aéreos aplicáveis. Em caso de cruzeiros e viagens aéreas o prazo previsto será de quinze dias de antecedência.

A cessão da inscrição responsabiliza solidariamente cedente e cessionário pelo pagamento do preço viagem e pelos encargos adicionais originados.

10. ALTERAÇÕES

Sempre que existam razões alheias que o justifiquem, a agência organizadora poderá alterar a ordem dos percursos, modificar as horas de partida ou substituir qualquer dos hotéis previstos por outros de categoria e localização similar, devendo informar o cliente da tal alteração, logo que dela tenha conhecimento.

11. ANULAÇÕES DO PROGRAMA PELA AGÊNCIA

Quando a viagem esteja dependente de um número mínimo de participantes a Agência reserva-se o direito de cancelar a viagem organizada caso o número de participantes alcançado seja inferior ao mínimo. Nestes casos, o cliente será informado por escrito do cancelamento no prazo de 15 (quinze) dias.

12. ALTERAÇÃO AO PREÇO

Os preços constantes do programa estão baseados nos custos dos serviços e taxas de câmbio vigentes à data de impressão deste programa, pelo que estão sujeitos a alterações que resultem de variações no custo dos transportes ou do combustível, de direitos, impostos, taxas e flutuações cambiais até 20 dias antes da data de viagem.

13. REEMBOLSOS

Depois de iniciada a viagem não é devido qualquer reembolso por serviços não utilizados pelo cliente por motivos de força maior ou por causa imputável ao cliente, salvo reembolso pelos respectivos fornecedores. A não prestação de serviços previstos no programa de viagem por causas imputáveis à agência organizadora e caso não seja possível a substituição por outros equivalentes, confere ao cliente o direito a ser reembolsado pela diferença entre o preço dos serviços previstos e o dos efectivamente prestados.

14. IMPOSSIBILIDADE DE CUMPRIMENTO

Se previamente ao inicio da viagem e por factos não imputáveis à agência organizadora esta vier a ficar impossibilitada de cumprir algum serviço essencial constante do programa de viagem, tem o cliente direito a desistir da viagem, sendo imediatamente reembolsado de todas as quantias pagas ou, em alternativa, aceitar uma alteração e eventual variação de preço.

Se os referidos factos não imputáveis à agência organizadora vierem a determinar a anulação da viagem, pode o cliente ainda optar por participar numa outra viagem organizada de preço equivalente. Se a viagem organizada proposta em substituição for de preço inferior, será o cliente reembolsado da respectiva diferença.

15. DESISTÊNCIA (RESCISÃO)

O Cliente ou algum dos seus acompanhantes é livre de desistir da viagem a todo o tempo.

i) Tal cancelamento implica que o mesmo seja responsável pelo pagamento de todos os encargos a que o início do cumprimento do contrato e a sua desistência dêem lugar e ainda por uma percentagem que pode ir até 15% do preço da viagem.

ii) Quando seja caso disso, o cliente será reembolsado pela diferença entre a quantia paga e os montantes acima referidos.

iii) O cancelamento de serviços de viagem / viagens organizadas cuja reserva tenha sido efectuada utilizando como forma de pagamento o vale emitido ao abrigo do Decreto-lei n.º 17/2020 de 23 de Abril está sujeito a uma taxa de rescisão de valor igual ao preço do serviço, de forma a evitar reservas simuladas ou fraudulentas feitas apenas com o intuito de antecipar o recebimento dos valores titulados pelo vale.

16. CANCELAMENTO

Se por facto não imputável ao cliente, a agencia tiver de cancelar a viagem organizada antes da data de partida, o cliente pode optar por:

i) Ser imediatamente reembolsado de todas as quantias pagas, ou

ii) Em alternativa, optar por participar numa outra viagem organizada, sendo reembolsado da eventual diferença de preço que possa existir;

17. RESPONSABILIDADE

A responsabilidade da agência organizadora das viagens constantes deste programa e emergentes das obrigações assumidas, encontra-se garantida por um seguro de responsabilidade civil na Companhia de seguros Fidelidade, com a apólice n.º 9257343, no montante de 75.000€ (Setenta e cinco mil euros) nos termos da legislação em vigor.

18. IVA

Os preços mencionados neste programa reflectem já o Imposto de Valor Acrescentado à taxa actual de 23%.

19. VALIDADE

Este programa é válido de 01/01/2024 a 31/12/2024.

20. NOTAS
  • As restantes condições especiais estarão incluídas na página de cada destino e viagem em concreto- condições particulares – e que fazem parte do contrato de viagem.
  • As presentes condições gerais poderão ser complementadas por quaisquer outras específicas desde que devidamente acordadas pelas partes.
  • Os preços dos programas estão baseados na cotização média do dólar pelo que qualquer derivação relevante desta moeda poderá implicar uma revisão dos preços da viagem nos termos constantes da cláusula “alteração de preço”.
  • Devido ás constantes alterações do preço dos combustíveis sobre os preços praticados poderá haver alteração do suplemento de combustível inserido no preço nos termos constantes da cláusula “alteração de preço”.
  • As categorias dos hotéis apresentados nesta brochura seguem as normas de qualidade do pais de acolhimento, podendo os mesmos ser alterados por outros similares quando por motivos alheios à agência não seja possível manter ou confirmar a reserva existente, obrigando-se a agência a informar o cliente logo que de tal tenha conhecimento.
21. INFORMAÇÕES GERAIS

Horas de chegada ou partida:

As horas de partida e de chegada estão indicadas na hora local do respectivo pais e de acordo com horários das respectivas companhias aérea à data de impressão deste programa, podendo por isso ser sujeitas a alteração.

Hotéis / Apartamentos:

Apartamentos - No caso do alojamento ser contratado em apartamento é da responsabilidade do cliente a informação do número de pessoas que irão ocupar o apartamento. No caso de se apresentarem mais pessoas que as reservadas, os apartamentos poderão recusar a entradas.
Hotéis- O preço apresentado é por pessoa e estão baseados numa ocupação dupla. Nem todos os hotéis dispõem de quarto triplo sendo por norma colocada uma cama extra que pode não ser de idêntica qualidade. Nos quartos equipados com duas camas ou casal, o triplo pode ser constituído apenas por aquelas camas.

A relação dos hotéis e apartamentos constantes dos programa é indicativa assim como a sua categoria que respeita a critérios e classificações locais cujos critérios por vezes são distintos dos utilizados em Portugal.

Refeições:

Salvo indicações em contrário, os preços apresentados para os suplementos de Meia Pensão e Pensão Completa não incluem bebidas.

Nas chegadas ao hotel após a 19h o primeiro serviço de refeição será o pequeno-almoço do dia seguinte, no ultimo dia e salvo possibilidade de late check-out, o ultimo serviço do hotel será o pequeno-almoço.

Horários de entrada e saída:

As horas e entrada e saída no primeiro e último dia, serão definidas em função do primeiro e ultimo serviço. Em regra, sem carácter vinculativo os quartos podem ser utilizados a partir das 14h do dia de chegada e deverão ser deixados livres até as 12h do dia de saída.

Nos apartamentos a entrada verifica-se geralmente pelas 17h do dia de chegada e deverão ser deixados livres até as 10h do dia de saída.

Condições especiais para crianças:

Dada a diversidade de condições aplicadas às crianças (destino e fornecedor) recomenda-se questionar sempre as condições especiais que porventura sejam aplicadas à viagem em causa.

Seguro:

A agência disponibiliza a venda de seguros que poderão ser adquiridos em função da viagem para garantia de situações de assistência e despesas de cancelamento.

O limite máximo de idade, para o seguro é de 75 anos.

templo de varanasi com luz de por do sol, na índia

Através da Índia: de Mumbai a Varanasi com Nuno Cruz


Condições Particulares

Documentação
Para esta viagem necessita de ter um passaporte em vigor, com uma validade mínima de 6 meses a partir da data de saída do país visitado.
É obrigatório visto para a Índia: veja o site https://indianvisaonline.gov.in/visa/ e leia com atenção as informações (https://indianvisaonline.gov.in/evisa/Registration).
O pagamento do visto é online e a confirmação do visto é-lhe enviado por e-mail.

Suplemento individual
O suplemento de quarto individual não se aplica às noites em comboio.

Transferes
Para esta viagem a Papa-Léguas estipula um “voo de grupo” e envia-lhe a simulação do mesmo. Pode comprar o voo à Papa-Léguas, noutra agência ou online.
O transfere não está incluído para quem chegar num horário diferente do “voo de grupo”, mas poderá solicitar à Papa-Léguas um transfere extra.

Líder da viagem
Esta é uma viagem de aventura e descoberta cultural. Quem lidera esta viagem é uma pessoa com experiencia no país a visitar, tendo uma rede de contactos e de conhecimentos que facilita uma interação e uma experiencia cultural que se quer única. A sua missão é liderar o grupo durante todo o percurso facilitando a interação e a integração do grupo com os locais a visitar.
O papel do líder da viagem não deverá ser nunca confundido com o de guia turístico. Não são exigidos ao líder de viagem conhecimentos específicos sobre monumentos, museus ou outros locais de interesse turístico.
Caso a sua viagem inclua locais que pela sua complexidade histórica, geológica, biológica ou artística necessitem de um guia, o mesmo será previamente contratado e haverá uma referência explícita à sua existência no programa da sua viagem.

Grupo Whatsapp
A um mês da saida da viagem, a Papa-Léguas criará um grupo de whatsapp para que a interacção entre os viajnates e o lider se faça de forma simples e fluida.Quem não concordar com esta acção por favor informe-nos.

Líder da viagem

Nuno Cruz

Líder de viagens

Nos grupos que lidero faço a ponte entre estas pessoas que constituem os seus espaços e os viajantes enquanto se imergem em conjunto nas culturas e hábitos locais através destes guias, amigos e viajantes que a vida trouxe ao meu caminho :D

Saber mais >

Estamos a preparar o seu programa de viagem.
Aguarde por favor...

Tem uma questão?

Não hesite em nos ligar. Dispomos uma equipa especializada e teremos todo o gosto em falar consigo.

+351 21 845 26 89 / 90

geral@papa-leguas.com

Detalhes da viagem
  • Conforto
  • Dificuldade
  • Duração 17 dias
  • Inscrições 4 - 12 pessoas
  • Idade 18 - 70
  • Tipo de viagem Líder de viagem
  • Destinos Índia
  • Alojamento Comboio, Hotel

Namasté, Namaskar, Salam Alekum, bem-vindos à Índia! Mais do que um cumprimento, estas expressões são a ponte entre o sagrado de nós e do outro, são um mote para a paz e diálogo.

São também o reflexo de um território onde a cultura e a religião se fundem desde tempos imemoráveis. Este subcontinente enche de sonhos e fantasias qualquer um que dele oiça falar. Uma viagem na Índia é uma viagem de contrastes, de descobertas exteriores e inevitavelmente interiores, tais são as experiências e momentos únicos que viveremos.

As paisagens humanas, de traços marcados, ricas em cores, adornos, indumentárias; a confusão das ruas com as buzinadelas e o caos do trânsito; os animais e os cheiros intensos da vida real e do dia-a-dia que não podem ser evitados ou escondidos; as diferenças sociais despidas de preconceito ou filtros; a comida deliciosa e única; a dança, os filmes; as religiões com tanto de bizarro como de fascinante. A lista é já longa e preenchida de experiências que vamos vivenciar em primeira mão ao longo de duas semanas juntos num país onde tudo é possível, onde tudo acontece e onde tudo é mágico, do pior ao melhor.

Um país onde os deuses misturam brutalidade, sensualidade e divindade e onde as gentes com roupas estranhas e traços exóticos realçam a sua singularidade. Juntos fazemos o elogio da diversidade e do contraste no final desta viagem sensorial e inesquecível.

Venha descobrir a Índia com o líder de viagens Nuno Cruz.

Porque esta viagem é imperdível?
  • Conheça porque Mumbai é uma cidade de contrastes: do luxo e magia de Bollywood aos bazares e bairros de lata;
  • Festival Holi em Udaipur, se a tour ocorrer no início do ano;
  • Participe num workshop culinário em família em Jodhpur;
  • Deslumbre-se com o céu estrelado do deserto em Jaisalmer;
  • Absorva a ambiência de Pushkar num workshop de dança;
  • Venha conhecer o trabalho da Fundação Fior di Lotus em Pushkar;
  • Perca-se pelo forte de Jaipur;
  • Deixe-se hipnotizar pelo inigualável Taj Mahal;
  • Sinta-se um peregrino junto ao Ganges em Varanasi.

Incluido

  • Acompanhamento de líder de viagem português da Papa-Léguas;
  • Transferes de e para o aeroporto, no país a visitar (ver condições particulares);
  • Todos os transportes terrestres em veículos públicos e privados;
  • 13 Noites de hotel em quarto duplo e 2 noites em liteira de comboio para 6 pessoas;
  • Refeições:15 pequenos-almoços, 3 almoços e 4 jantares;
  • Visitas e workshops de acordo com o itinerário:Forte Palácio de Udaipur, Templo Jainista Ranakpur, Forte Mehrangarh, workshop de culinária, Templo Jainista de Jaiselmer, Complexo deBada Bag, workshop de dança, Complexo Jantar Mantar; Palácio de Amber, Taj Mahal, Mesquita de Delhi e Complexo Hauz Khas;
  • Visita e donativo à Fundação Fior di Loto Índia;
  • Seguro e assistência em viagem.

Excluido

  • Voos internacionais e voos domésticos;
  • Taxas de aeroporto;
  • Visto de entrada na Índia (aprox. 27 USD);
  • Todas as atividades e visitas opcionais;
  • Todos os extras pessoais;
  • Qualquer tipo de gratificação;
  • Qualquer item não mencionado como incluído.
Mapa
Itinerário

Dia 1 Voo cidade de origem - Mumbai

O dia de hoje é dedicado ao voo entre a cidade de origem e Mumbai.
Não há voos diretos entre Portugal e a Índia, pelo que o voo fará uma escala numa cidade europeia ou do médio oriente.
Chegará à Índia entre o final do dia e o início da madrugada do dia seguinte, onde tem encontro marcado com o guia no aeroporto e o transporte para o hotel (caso tenho os voos de grupo).

Noite em Mumbai.

Alojamento: HotelRefeições: X
Conforto: Dificuldade:

Dia 2 Mumbai

Mumbai, anteriormente conhecida como Bombay e Bombaim no tempo da presença portuguesa, resulta, como a conhecemos hoje, da junção de sete ilhas através da drenagem de vários pântanos e terraplanagem de canais pelos ingleses juntando assim várias vilas e aldeias que passaram a formar o centro maior, conhecido como Mumbai. Permitiu aos ingleses ter o controlo efetivo da Índia e dos países envolventes ao proporcionar-lhes acesso no noroeste do país e assim ligar o actual Paquistão à actual Birmânia (na altura tudo considerado como Índia) num eixo de influência Karachi - Mumbai - Delhi - Calcutá - Dhaka - Rangoon.

Demonstra o contraste entre um conjunto de edifícios monumentais desde o portão da Índia, até à universidade, o tribunal, a monumental estação de Vitória conhecida hoje como Chhatrapati Shivaji Maharaj e muitos outros ícones arquitetónicos com o luxo das vilas dos ricos; os arranha-céus das gigantes companhias económicas e os bairros de lata.
É a cidade de Bollywood e da indústria do cinema indiano, mas também onde vivem e coabitam o maior número de milionários e bilionários da Índia nas suas residências e bairros luxuosos, entre um dos maiores bairros de lata (slams) do mundo.

Depois de descanar do voo e de tomar o pequeno-almoço, começamos por conhecer o grupo que lhe fará companhia nesta viagem e vamos embrenhar-nos na complexidade cultural e religiosa que é a Índia.
Diferentes religiões, pessoas oriundas de diferentes backgrounds culturais desde a pérsia, até pescadores e vendedores do centro da Índia.

Primeiro vamos até ao gateway da Índia, construído para acolher o rei Jorge V e a sua mulher no seu périplo pelo país e de lá caminhamos pelas zonas mais emblemáticas e arquitetonicamente bonitas da cidade, com o edifício da justiça, a biblioteca e outros edifícios da era vitoriana e colonial britânica.
Da parte da tarde vamos até ao crawford market para sentir a atmosfera vibrante e de lá caminhamos para a marina drive para o pôr do sol num dos locais mais emblemáticos da cidade.

Regressamos ao hotel depois de jantar.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 3 Mumbai e comboio nocturno para Udaipur

Hoje vamos até à zona de Dadar, um sitio muito importante para os locais, que é o dhobi ghat, uma lavandaria onde os hotéis, hospitais e empresas de roupa colocam as suas coisas a lavar. Poderemos perceber a dinâmica do local e ver em primeira mão como se sustentam e trabalham as pessoas que ali vivem.

Depois dirigimo-nos à zona de bandra para ver uma parte diferente da cidade. de lá regressamos ao centro para apanhar as malas e embarcar na emblemática estação de Vitória no comboio que nos levará até Udaipur onde chegaremos na manhã seguinte e as águas calmas com a restante tranquilidade ao redor do lago serão um contraste de paz depois do caos de Mumbai.

Noite em comboio noturno.

Alojamento: ComboioRefeições: Pequeno-almoço, Jantar
Conforto: Dificuldade:

Dia 4 Udaipur

Quando se pensa nas mil e uma noites, encontramos o seu reflexo nos fortes, palácios, havelis e atmosfera das cidades deste estado. O Rajastão é único e irrepetível e vai seguramente proporcionar momentos inesquecíveis da viagem.
Para quem gosta de fotografia é um paraíso à disposição e, momentos, pessoas, locais não vão faltar para capturar com as nossas objetivas. Culturalmente preserva ainda muito do antigo e teremos o nosso ritmo para explorar a história deste local incrível.

Começamos então a visitar o Rajastão pela sua cidade mais verde. Udaipur é uma cidade plantada à beira do lago Pichola e famosa pelo seu enorme e magnífico palácio do século 16. Construída para ser a sede do poder regional, esta cidade foi rodeada de lagos que assim garantiam o fluxo contínuo de águas à cidade. Hoje ela é um ponto de paragem obrigatório para sentir a energia das pujas no templo Jagdish e explorar as salas do palácio que também é um forte.

De manhã, depois de desembarcar do comboio, dirigimo-nos ao hotel para deixar as malas e petiscar algo e seguimos rumo ao palácio da cidade e ao templo hindu Jagdish, dedicado a Vishnu ao qual se segue o almoço.

Depois de almoço teremos um teste às nossas capacidades artísticas e cada um criará e desenhará em miniatura um postal que poderá depois enviar para casa. Continuaremos a passear pelos ghats e ao entardecer passeamos de barco pelo lago para ver o pôr-do-sol e a luz incrível do final da tarde, sobre a cidade e com ele vem o jantar.

Noite em Udaipur.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 5 Ranakpur e Jodhpur

Hoje é dia de «pequeno-almoçar» no terraço com vista para o lago e desfrutar da tranquilidade matinal, antes de partirmos em direção ao norte do Rajastão, onde encontraremos paragens com menos água e descobriremos outras histórias fascinantes. Saímos então de carrinha privada com destino ao templo de Ranakpur, um dos templos jainistas mais famosos e bonitos da Índia com o seu mármore branco.

Além das castas, da antiguidade e da diversidade da Índia, também as religiões são um dos fatores de base e da vida diária dos indianos. Assim, a Índia é o país de origem de religiões famosas como o Hinduísmo, o Budismo e o Jainismo. Esta última religião que é mais conhecida e praticada dentro da Índia preza-se pela não-violência contra qualquer tipo de animal ou ser vivo.

Começamos por visitar um templo cheio de esculturas e pormenores de várias divindades não só jainistas como também hindus, pois, claro está, tudo se mistura neste país e as religiões não fogem a essa regra. Durante a visita aproveitamos para conhecer esta religião mais a fundo e começar também a conhecer a história e a identificar algumas outras divindades do panteão hindu.
Almoçamos na cantina do templo um almoço tipicamente jainista, portanto totalmente vegano, e de lá seguimos viagem até Jodhpur, a cidade azul onde chegaremos a meio da tarde.

A cidade de Jodhpur, antes de mais, é a cidade onde vivem a Anita e o Sukesh - que são uma das famílias indianas que adoptou o nosso líder - e com quem temos encontro marcado nestes dias. A cidade azul é um mistério que desvendaremos no dia seguinte, mas que neste dia ficará com as pontas do véu levantado à medida que formos andando pelas ruas e ruelas da cidade.

Desde o hotel até ao frenético e vibrante mercado Sardar bazar, onde a torre do relógio estabelece o compasso dos negócios, podemos ver por zonas as famosas bangles, pulseiras de laca, bijuterias, tecidos, frutas, vegetais, enfim tudo o que compõe um verdadeiro bazar indiano.

Jantar e regresso ao hotel para uma noite tranquila.
Noite em Jodhpur.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço, Almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 6 Jodhpur

Jodhpur é uma cidade que cresceu em torno do seu imponente forte, Mehrangarh Fort, um dos maiores da Índia e também dos mais belos, com os seus detalhes exteriores.

Começamos a manhã a caminhar pelas ruelas azuis do bairro antigo da cidade e de lá subimos até à entrada do forte. Descemos até à cidade passando pelo mausoléu dos antigos marajás da cidade e pelo tanque em escadas, onde ainda hoje se refrescam os jovens nos dias de mais calor, com saltos acrobáticos para as suas águas esverdeadas.

Depois de almoçar as deliciosas sandes de omelete do Ramkishan, encontramo-nos com a Anita e o Sukesh para um momento especial: um workshop de cozinha indiana onde aprenderemos a preparar uma refeição indiana, a ser confecionada por nós. Sobre os experientes olhos e dicas dos dois (haverá seguramente batata frita com cominhos, estilo indiano) fica com certeza delicioso.

O jantar é em família e relaxamento que se prolonga pela noite dentro com convívio e uma conversa tranquila com este casal que nos acolhe e nos faz sentir verdadeiramente em casa.

Noite em Jodhpur.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço, Jantar
Conforto: Dificuldade:

Dia 7 De Jodhpur a Jaisalmer

Saímos de manhã em transporte privado de Jodhpur em direção a Jaisalmer, a cidade dourada, que se ergue das areias do deserto e de onde do topo da sua colina nos permite viajar no tempo e sentir o esplendor e magnitude do comércio que outrora fluía por terra entre o oriente, o médio oriente e a europa.

Sendo um ponto de passagem obrigatória de rotas imemoráveis de camelos, mercadores e suas mercadorias, a cidade cresceu com os impostos e graças ao seu relativo isolamento, prosperou durante séculos intocável.

Após chegar dirigimo-nos ao hotel onde nos podemos refrescar e apreciar a sensação de estar numa cidade de fronteira, de gentes diferentes das até agora encontradas. Aqui os turbantes ganham lugar de honra nas cabeças dos homens que os exibem com orgulho, com distintas formas e cores que concorrem com os fartos ou esguios bem tratados bigodes. Os sarees das mulheres também parecem mais vivos e cheios de histórias do deserto com os seus padrões e cores avermelhadas. No geral os traços são diferentes, de gente habituada ao clima feroz do deserto e a sobreviver nas condições que este lhes impõe.
O ouro e a prata são metais fundamentais dos adornos constantes tanto em homens como nas mulheres, mas no Rajastão vivem há muito tempo as castas guerreiras que se orgulham do seu sangue, da sua nobreza e das suas posses, mostrando e exaltando tudo isto na sua forma de andar, de vestir e de viver.

Passeamos então um pouco pelas ruelas antigas tão tradicionais como a areia do deserto que lhes dá cor, percorrendo as ruelas cheias de casas antigas e amontoadas com quinquilharias, bijuteria, tecidos e histórias para chegar aos templos jainistas no coração deste forte.

Dos templos caminhamos mais um pouco pelas ruelas fotogénicas da cidade e descemos do forte para onde viviam os ministros e mercadores mais ricos nos tempos prósperos da cidade, Fora do forte, eles tinham o privilégio de construir as suas mansões requintadas, conhecidas como havelis.

Regressamos ao final do dia ao forte depois de jantar, para daqui contemplar a cidade e adormecer embalados pelo céu estrelado. Noite em Jaisalmer.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 8 Jaisalmer e safari no deserto

Acordamos cheios de energia para explorar um pouco mais das ruelas e livrarias que compõem o forte. Depois de almoço, seguimos rumo ao deserto que se estende a toda a volta do forte e continua praticamente imparável até ao médio oriente.

No caminho visitamos o complexo de Bada Bag com os seus cenotáfios do marajá e temos tempo para um safari de jeep para ver a vegetação, os camelos e outros animais que habitam por entre as dunas.
Depois do pôr-do-sol nas dunas, o jantar será tradicional, sob um dos céus estrelados mais incríveis que teremos oportunidade de ver e que farão esta viagem mais especial depois desta experiência.

Regressamos então ao hotel para uma última noite entre as muralhas douradas que nos abrilhantam os sonhos. Noite em Jaisalmer.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço, Jantar
Conforto: Dificuldade:

Dia 9 Viagem para Pushkar

O dia de hoje é dedicado em grande parte a viajar. Saímos cedo de comboio de Jaisalmer até Jodhpur e daqui uma carrinha leva-nos directos a Pushkar.
Pushkar, a cidade templo, com os seus templos ao longo das margens do lago que é o centro nevrálgico da cidade e é nela também que encontramos aquele que deveria ser o único templo hindu, dedicado a Brama na Índia.

Reza a lenda que a deusa Savitri estaria a caminho da cidade para ajudar o deus a criar uma proteção sagrada contra demónios através de um ritual, todavia iria chegar atrasada à cerimónia impossibilitando a sua realização. Ora, Brama não queria esperar e por isso casou-se com uma mulher mortal para com ela realizar a cerimónia.
Quando Savitri chegou a Pushkar não gostou do que se tinha passado e para castigar Brama lançou-lhe uma maldição segundo a qual ele não teria qualquer lugar de culto no mundo. Os outros deuses acharam injusta esta maldição tão grande, afinal ele era o deus criador, que pediram à deusa para reconsiderar. Ela assim o fez e permitiu que apenas em Pushkar Brama fosse venerado.

Mas isto são histórias para o dia seguinte, agora é tempo de descansar. Noite em Pushkar.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 10 Pushkar

Após o pequeno-almoço, caminhamos pelo lago de Pushkar, onde podemos ver alguns dos rituais hindus.
Pushkar é a cidade das festas e festivais eternos, onde os hindus se casam, e dedicam a Brama os seus pedidos e desejos de vida fértil e plena, nos mais diversos campos. Aqui, também se pedem bênçãos para novos empreendimentos ou fases da vida, não fosse Brama o deus da criação hindu.

Passeamos pelas ruas com as suas procissões dos casamentos, lojas e cores, ao redor do lago e visitamos o templo sagrado que torna a cidade um local hindu de peregrinação.
Haverá tempo para comprar tecidos e jóias em prata e ouro, para quem o desejar, pois aqui é o melhor local onde passamos na nossa tour, para comprar este tipo de objectos.

Após este passeio vamos até à escola que a Fundação Fior di Loto gere, em que apoia não só as meninas de famílias mais pobres a ter acesso a educação e possibilidades de sair do ciclo de pobreza das suas famílias, como também tem projectos de capacitação e empoderamento de mulheres e comunidades rurais nesta zona, contribuindo para o desenvolvimento e quebrar o ciclo de exploração e submissão da mulher, na sociedade indiana.

A seguir a visitar a escola, almoçamos e aproveitamos a embalagem para ir a uma outra escola, Saraswati, mas agora para uma aula de dança com o Hemant (que é um dos dançarinos mais aclamados de Pushkar e do Rajastão) e a sua família que nos acolhem em casa, para uma aula e show de dança tradicional rajastani e de bollywood.

Após o jantar descansamos com uma caminhada ao largo do lago até ao hotel, para digerir um dia cheio de aventuras, aprendizagens e descobertas.
Noite em Pushkar.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço, Almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 11 Pushkar e viagem para Jaipur

Hoje levantamo-nos cedinho, para ir até ao topo de uma das colinas favoritas do líder e de onde vemos um nascer do sol para recordar e contemplar.
Aproveitamos o resto da manhã para compras finais ou simplesmente desfrutar da energia perto do lago, onde as pessoas seguem as suas pujas e cerimónias de oferta da dias, as oferendas de agradecimento e pedidos de bênçãos a Brahma para o sucesso das várias dimensões da vida que se iniciam em nós.

De regresso a Pushkar, pegamos nas malas e um transporte privado levar-nos-á até Jaipur, a cidade cor-de-rosa, que já nos espera com os seus oito famosos portões abertos e um passeio por alguns locais mais emblemáticos no centro da cidade, com o ênfase na visita do Jantar Mantar, um dos maiores complexos de observação dos astros e mais bem preservados da Índia. Ver o Hawa Mahal, ou palácio dos ventos antes de irmos a uma sessão de cinema (opcional) num dos cinemas ícones do país, o Raj Mandir, ver um dos últimos hits de bollywood em todo o estilo.

Depois segue-se o jantar numa dhaba (restaurante local) muito especial, o mais autenticamente possível, comida simples e de boa qualidade.
Noite em Jaipur.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 12 Jaipur

Hoje o dia é dedicado ao «slow motion», vamos passear por Jaipur e explorar os bazares e o palácio da cidade. Teremos a tarde livre para cada um poder dedicar a si e ao que gosta de fazer.

Juntamo-nos para jantar e partilhar o nosso dia e os dias que aí vêm. Noite em Jaipur.

Alojamento: HotelRefeições: X
Conforto: Dificuldade:

Dia 13 Do forte de Amber (Jaipur) ao Taj Mahal (Agra)

Após o nascer do sol e o pequeno-almoço, deixamos o hotel para uma curta viagem até Amer que nos irá permitir explorar a imponente e icónica fortaleza de Amber.
Subimos até à fortaleza e podemos observar o jardim do açafrão e o bastião de entrada desta imponente e famosa fortaleza.
Visitamos de seguida o palácio e os seus três pátios principais antes de descer e seguir rumo a Agra onde o Taj Mahal nos aguarda para partilhar o seu hino ao amor.
Noite em Agra.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 14 Agra e viagem de comboio para Varanasi

De manhã despertamos cedinho para visitar o Taj Mahal e deixar-nos maravilhar por este edifício impressionante.
Já muito se disse e escreveu sobre este mausoléu que é considerado uma das novas maravilhas do mundo moderno e data do século 17, dedicado pelo imperador mughal Jahan à sua imperatriz persa Mumtaz.
Nesta fase da história indiana, são os Mughal que controlam o país e os seus vastos recursos, colocando-os ao serviço de obras como esta e não só. Aproveitamos então para explorar o período Mughal e a islamização do país.

Após esta visita, regressamos ao hotel para o pequeno-almoço e planear o dia, que é livre e tem várias atividades que são opcionais, como a visita do forte vermelho, o baby taj ou ir passear atrás do Taj Mahal e desvendar o mistério do black Taj.

No final do dia embarcamos na última viagem de comboio noturno rumo a Varanasi, a mítica cidade devota ao deus Shiva.

Alojamento: ComboioRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 15 Varanasi

O rio Ganges desce dos céus através dos cabelos de Shiva e percorre o norte da Índia até passar em Varanasi onde os indianos cremam e lançam as cinzas e restos no rio para estes seguirem a sua viagem espiritual e permitirem a libertação do ciclo da reencarnação. Esta cidade é assim dedicada à quebra deste ciclo e por isso torna-se atriz principal na religião e na vida de milhões de indianos.

Varanasi é uma das sete cidades hindus sagradas e uma das mais antigas cidades do mundo habitadas continuamente e ao longo dos seus ghats a história e a religião estão vivas lado a lado em rituais e cerimónias de todos os tipos dedicados aos deuses e à libertação. A exploração desta cidade requer corações e mentes fortes pois a sua vida é fascinantemente brutal e visceral entre variações de genialidade e “mundianidade”.

O dia será para deambular pelas ruas e ruelas muito estreitas onde os seus habitantes se misturam com as vacas que por vezes bloqueiam a passagem, com comerciantes, com macacos, com sadhus e babas (religiosos devotos a Shiva e eremitas/gurus). Toda a índia hindu concentrada num local só que iremos explorar e descobrir caminha do entre os templos, ghats (escadarias até ao rio), locais de cremação e demais locais misteriosos por de trás desta cidade imperturbável. Ao final do dia assistimos à puja, cerimónia de purificação e limpeza, junto ao rio, onde pedimos conjuntamente com centenas de fiéis que a deusa do rio e restantes divindades nos lavem a alma e o espírito deixando-nos prontos para ascender mais uns passos na demanda espiritual.

Ao final do dia temos tempo para um jantar, uma conversa e uma noite para pensar e partilhar toda esta descoberta e exploração de uma Índia cultural, religiosa, tradicional, de desertos, lagos e cidades milenares, de gentes únicas, nobrece características e digerir as emoções e sensações de um país full power que nos invadiu os sentidos e a alma.

Alojamento: HotelRefeições: Pequeno-almoço
Conforto: Dificuldade:

Dia 16 Passeio de barco. Voo Varanasi - cidade de origem

A manhã começa com um passeio de barco ao nascer do sol e aproveitar um das melhores alturas do dia para fotografar e observar os ritos e rituais da cidade e nos despedirmos, com um até já, da incrível Índia que agora povoará o nosso imaginário e as nossas conversas de outra forma, mais intensa, mais viva, mais realística e sentida. Aproveitamos para passear um pouco mais de manhã e almoçar uma última refeição todos juntos.

Em função dos horários dos voos, o líder de viagem irá acompanhar ao aeroporto todos os membros do grupo. Para quem tiver que esperar mais pelo voo, o líder de viagem pode partilhar, acompanhar ou recomendar locais a visitar.

Noite em voo.

Alojamento: XRefeições: X
Conforto: Dificuldade:

Dia 17 Chegada à cidade de origem

Chegada à cidade de origem e fim dos serviços da Papa-Léguas.

Alojamento: XRefeições: X
Conforto: Dificuldade:

FAQs

Esta viagem é para mim?

Esta viagem é pensada para quem tem um espírito aventureiro e gosta de experimentar a realidade de forma mais crua. A Índia é um destino que pela sua amplitude de experiências e realidades coloca o visitante num estado constante de choque cultural que desafia os sentidos.

Quem será o guia desta viagem?

O tour líder desta viagem é o Nuno Cruz.

Em que tipo de alojamentos fico nesta viagem?

O alojamento é feito em quartos duplos/twins com casa de banho privativa. Teremos ainda duas viagens noturnas num comboio indiano em segunda classe quando possível e terceira classe com AC sendo a dormida num camarote com quatro ou seis couchettes, em que são fornecidos os lençóis e cobertas.

Que tipo de transportes usamos nesta viagem?

Utilizamos transporte privado para as deslocações maiores entre cidades. Também andaremos de táxi, rickshaw ou auto-rickshaw nas cidades ou para deslocações em que assim for mais conveniente. Existem duas viagens noturnas de comboio e uma viagem mais curta durante o dia de comboio.

Os transferes de chegada e partida estão incluídos?

Sim, os transferes de chegada e partida estão incluídos se viajares no «voo do grupo». Nesta viagem existe «o voo de grupo», ou seja, existe uma hora especifica para a chegada (e partida) e os transferes serão de acordo com a hora de chegada (e partida) desse voo. Quem optar por comprar voos diferentes, terás de estar no aeroporto de chegada à mesa hora que o voo do grupo, para usufruir dos transferes. Bem como deves ter a mesma hora de partida para usufruíres dos transferes.

A Papa-Léguas trata dos voos?

A Papa-Léguas envia-te uma proposta de voos. Depois de receberes a simulação dos voos, podes optar por comprar à Papa-Léguas, noutra agência ou online.

Onde me encontro com o grupo?

O encontro do grupo poderá ser no aeroporto se os viajantes coincidirem na mesma cidade de saída ou no aeroporto à chegada a Mumbai.

Se me inscrever sozinho/a, tenho que pagar suplemento individual?

Não necessariamente. Se não fizeres questão de ficar sozinho/a nos alojamentos, poderás partilha-los com outra pessoa inscrita. A Papa-Léguas poderá agrupar aos pares, por sexo e por ordem cronológica de inscrição, os viajantes que se inscreverem individualmente para a mesma viagem. Se o número de participantes for ímpar, o que ficar isolado deverá pagar o suplemento individual respetivo.

Posso beber água da torneira na India?

Não é de todo recomendado beber água da torneira na Índia.

Quanto dinheiro devo levar para os meus gastos pessoais?

Recomenda-se que reserves cerca de 150 euros para despesas de alimentação e transportes não incluídos. Caso optes por levar dinheiro recomendamos a trocar na chegada nos locais recomendados pelo guia e não levar dinheiro trocado de Portugal ou do país de origem pois o câmbio é melhor na Índia.

No programa terra, está incluído um seguro? Quais as suas coberturas?

Sim, está incluído. A exceção é para viajantes que não partam de solo nacional, sejam ou não titulares de nacionalidade portuguesa. O seguro incluído não cobre Covid-19 mas pode acionar um seguro opcional sugerido pela Papa-Léguas que cobre Covid-19. Para obteres mais informações sobre a apólice, consulta a nossa página sobre seguros de viagem

Que documentação é necessária para fazer esta viagem?

Passaporte com uma validade mínima de 6 meses a partir da data de saída do país visitado e com duas páginas em branco.

Quais as restrições sanitárias para entrar no país?

Não existem restrições sanitárias para entrar no país. Viajantes oriundos de países da américa do sul e da generalidade dos países africanos devem ter a vacinação contra a febre amarela em dia. Recomenda-se que as vacinas do tétano, das hepatites, pólio, sarampo e varicela estejam em dia. Aconselhamos a consulta do viajante.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

GDPR